Hoje em dia, o básico, mesmo que bem feito, não é suficiente para produzir um evento de sucesso. Quem quer conquistar a memória do público precisa inovar. Proporcionar experiências únicas é o desafio do produtor de eventos contemporâneo. E não é por acaso que o vídeo mapping tem sido cada vez mais utilizado em grandes eventos: as projeções mapeadas impressionam pela beleza, originalidade e sofisticação.

O vídeo mapping é uma técnica distinta de projeção, especialmente pela possibilidade de ser feita sobre superfícies variadas, normalmente tridimensionais. Através dela se utilizam softwares próprios para projetar conteúdos visuais em regiões delimitadas. Assim, vídeos e animações adquirem efeitos de profundidade, movimento e integração a espaços tão variados quanto edifícios históricos, objetos e até paisagens naturais.

Nesse post vamos lembrar de alguns dos grandes eventos em que o vídeo mapping surpreendeu o público de todo o mundo. Da abertura dos Jogos Olímpicos às apresentações no Grammy, de grandes festivais de música à ações promocionais, a projeção mapeada tem o poder de maravilhar qualquer plateia.

1. Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio

Emocionando o Brasil e o mundo, a cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio, em 2016, lançou mão de projeções mapeadas como um de seus principais recursos tecnológicos.

Em uma escala monumental, ocupando o palco montado sobre o gramado do Maracanã, a projeção trouxe ao evento diversos símbolos nacionais, como a Floresta Amazônica, as praias do Rio e o mar de Copacabana. Em um dos momentos mais impactantes da cerimônia, bailarinos saltavam de prédios que, graças a um efeito do vídeo mapping, pareciam se erguer do chão.

2. Ações promocionais dos Estúdios Disney

A Disney é uma das precursoras do vídeo mapping. O marco inaugural da técnica aconteceu em 1969 com a fundação da Mansão Assombrada, até hoje uma das atrações mais imperdíveis da Disneylândia (Califórnia). Mas não são apenas os parques temáticos da Disney que fazem uso da tecnologia. Seus estúdios também usam a projeção mapeada para promover filmes de animação.

O primeiro uso do vídeo mapping pela Disney no Brasil aconteceu no lançamento do filme “Procurando Dory” (2016). Para divulgar a estreia, a fachada do Shopping JK Iguatemi (SP) foi inteiramente coberta de projeções do filme, em um espetáculo visual inesquecível.

3. Festival Tomorrowland

A preocupação dos grandes festivais de música com o impacto visual dos eventos é cada dia maior. O Tomorrowland, um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo, é também conhecido pelos surpreendentes efeitos visuais que acompanham as apresentações dos DJs escalados.

Surgido na Bélgica, o Tomorrowland teve sua primeira edição brasileira realizada em 2015 e trouxe ao país nomes renomados como Alok, David Guetta e Afrojack. Em todas as apresentações, VJs compunham os ambientes visuais com deslumbrantes efeitos mapeados.

4. Beyoncé no Billboard Music Awards (2011)

Em 2011, a cantora estadunidense fez uma das apresentações mais memoráveis de sua carreira cantando o hit Run the World (Girls) no Billboard Music Awards.

Na performance, Beyoncé interagia com uma complexa projeção mapeada que trazia elementos geométricos, animais estilizados e multiplicava o próprio corpo da cantora, dando ao público a impressão de assistir a um exército de Beyoncés prontas para dominar o mundo.

5. Madonna no Superbowl Halftime (2012)

O intervalo da final do Superbowl é considerado a maior audiência da TV mundial. Anualmente a NFL, que organiza a competição de futebol americano, convida as maiores estrelas do pop mundial para se apresentarem no evento. Em 2012, foi a vez da veterana Madonna.

No show, a cantora voltou a surpreender, visitando várias fases de sua carreira em um palco inteiramente mapeado, que trazia imagens em vídeo integradas às coreografias do espetáculo.

6. Vídeo Mapping: Muitas possibilidades, poucos custos

A dimensão dos eventos que tem utilizado projeções mapeadas, e principalmente o impacto do efeito que elas causam, podem dar a crer que o vídeo mapping seja um recurso muito complexo. Mas para fazer uma projeção mapeada é necessária uma estrutura relativamente simples.

Projetores, computadores, softwares e profissionais especializados. É basicamente o que se precisa para criar efeitos surpreendentes,.

Ficou interessado? Quer conhecer melhor o video mapping? Curta nossa página no Facebook e acompanhe nossas postagens. A Movi também traz novidades sobre o assunto em seus perfis do Twitter e do Instagram, siga-nos lá também!