evento

Design de evento: por que estimular os cinco sentidos dos participantes?

E se você pudesse tornar seu evento inesquecível? Se pudesse promover uma ação que ficasse marcada na memória das pessoas? Descrevendo assim parece coisa do futuro ou papo furado de vendedor. Mas saiba que já existe uma tendência que pode tornar a sua ação marcante para os seus visitantes: são os eventos sensoriais.

Dentro da lógica de design de evento, em que cada passo é minimamente planejado, procuramos realizar uma ação em que os cinco sentidos do visitante são aguçados e que isso, além da experiencia sensorial, fique na sua lembrança.

Ficou interessado no assunto? Continue lendo e veja como se tornar inesquecível para os seus clientes!

Entenda o que é design de evento

Você foi chamado para desenvolver uma ação e, após a primeira reunião com o cliente, já possui elementos suficientes para montar um briefing do que pretende fazer. Ou melhor, o design de evento, que nada mais é do que um desenho da ação nos mínimos detalhes. Veja como montar um:

  • quem é o cliente;
  • quem são as pessoas que vão trabalhar na atração;
  • qual o objetivo da ação;
  • que personas/cliente quer atrair;
  • quais problemas pode enfrentar;
  • como tornar seu evento realidade.

Com esse questionário respondido, elabore atividades de cunho sensorial para o seu evento!

Desperte o olfato e a gustação

Despertar o sentido olfativo do cliente quando o produto a ser divulgado na ação é um perfume ou que já tenha cheiro é fácil. Mas e quando o foco do evento não é desse universo, como um livro ou congresso de professores? Simples! Recorra a relações de cheiros desse produto para promovê-lo com o seu público.

No caso do livro, se ele tiver uma personagem que tenha algum cheiro característico, você pode desenvolver miniaturas desse perfume para distribuir. Com os professores, faça-os voltar no tempo promovendo um jogo em que devem acertar os cheiros da época em que eram alunos. Vale o odor do estêncil no mimeógrafo, de cola ou de um bolo quentinho servido na hora do recreio.

Pense ainda em um buffet que exale aromas e tenha muitos sabores. Invista em cheiro de café, pão quentinho, bolos para um coffee break ou chocolates como brinde. Você pode também escolher flores cheirosas e que decorem um ambiente.

Incentive o tato

A experiência sensorial também pode passar pelas mãos dos participantes do seu evento. Estimule o tato desde o manuseio do produto apresentado — se isso for possível — passando por um jogo de quebra cabeças gigante, que mostre características da sua mercadoria, até o trabalho com texturas na decoração. Incentive o toque e a lembrança por meio dele.

Atraia olhares

Que tal criar cenários com objetos bi ou tridimensionais? Saiba que esse estímulo visual é possível por meio do vídeo mapping — ou projeção mapeada —, ele abre um mundo de possibilidades.

Você pode projetar uma floresta inteira e preencher todo um cenário, ou a imagem do objeto que estiver divulgando com cinco vezes o tamanho original da peça e o que mais a sua imaginação sugerir.

Faça-se escutar

Os sons também podem invadir a sua atração. Na fase de design de evento, pense que sons poderiam ser pertinentes a sua ação ou ter relação com ela? Pense em músicas suaves para ambientes calmos, que remetam a uma lógica de meditação. Músicas mais animadas para ações que pedem estímulo e até um karaokê para um momento de coffee break.

Aposte na integração no design de evento

Na fase de planejamento, você pode pensar em estimular um desses sentidos na sua ação, ou mais de um, em uma verdadeira integração. Combine aromas, sabores, texturas e trilhas sonoras, que multipliquem as possibilidades de ser lembrado.

Considere ainda usar a experiência 4D, que reúne, por meio de óculos de realidade virtual, imagens, sons e sensações de toque.

Fazer um evento focado nas experiências sensoriais é simples, basta usar e abusar da criatividade para saber como aplicá-las e relacioná-las à ação. Daí a importância de investir no design de evento para planejar bem cada parte dele.

Um evento multissensorial bem desenvolvido e harmonizado pode ser capaz de provocar interesse antes, durante e mesmo depois de acontecer.

Se você gostou do nosso artigo, siga-nos no Instagram, FacebookVimeo!


projeção mapeada em palco

Entenda a importância da comunicação visual em um evento

Em um mercado cada vez mais concorrido, utilizar a comunicação visual para consolidar uma marca é essencial. No entanto, é preciso que todos os elementos — cores, projeções, materiais gráficos etc. — estejam em harmonia com a proposta da empresa.

Os eventos são lugares propícios para explorar o poder da comunicação imagética. Além de reforçar determinada marca, os elementos visuais têm o poder de interferir na sensação das pessoas presentes no local, atrair participantes, entre outros benefícios.

Quer saber mais detalhes sobre o assunto? Continue a leitura e descubra a importância de planejar bem a comunicação visual do seu evento.

A comunicação visual pode fortalecer uma marca

Não é segredo para ninguém que boa uma identidade visual é capaz de fortalecer a marca de uma empresa. No mundo dos eventos não é diferente.

Nesse sentido, a comunicação visual tem o poder de tornar uma marca conhecida pelo público. Por exemplo, basta imaginar um evento promovido pelo Itaú ou Coca Cola. Mesmo que no local não tenha o nome das duas empresas, é fácil identificá-las por meio das cores, do design e do layout dos elementos imagéticos, não é mesmo?

Para alcançar esse objetivo, contudo, é preciso criar uma comunicação visual que realmente transmita a personalidade da marca de forma criativa e de fácil assimilação. Além disso, é necessário que os logotipos, as cores e os materiais gráficos reflitam os valores daquele evento.

Uma marca que preze pela jovialidade, criatividade e interatividade, por exemplo, pode recorrer a recursos como a projeção mapeada — imagens projetadas em superfícies tridimensionais por meio de softwares específicos. Além de reforçar o valor da empresa que promove a festa, esse tipo de recurso tende a causar impacto no público.

A credibilidade do evento também é afetada pelo visual

Uma comunicação visual bem-feita também é responsável por transmitir profissionalismo, confiança e credibilidade ao público do evento. Afinal, quem nunca pegou o folder de uma festa e desistiu de comparecer por ele não ser atrativo?

Pois é, a ausência de uma identidade visual sólida e cativante pode afetar negativamente uma instituição ao transmitir uma imagem de amadorismo e despreparo. O problema é que a marca do evento (e não só a solenidade em si) também pode sair prejudicada.

Afinal, é comum que essa desconfiança — gerada por uma má comunicação — também traga dúvidas quanto à qualidade e confiabilidade de um produto ou serviço oferecido.

Por isso, para promover um evento bem-sucedido, o primeiro passo é pensar na comunicação visual — não deixe para planejar isso por último! Já se você é produtor de eventos, é provável que encontre uma certa resistência por parte dos contratantes. Afinal, não é todo mundo que entende a importância dos elementos visuais.

Cabe a você, portanto, explicar como uma boa comunicação pode afetar positivamente uma marca, gerando mais resultados não só para o evento, mas para a instituição.

E aí, conseguiu entender a importância da comunicação visual? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de novidades que vão tornar os seus eventos um sucesso.