Não é surpresa que os eventos tradicionais tendem a ser pouco dinâmicos. Por isso, usar entretenimento para eventos corporativos pode ser uma alternativa interessante.  Assim, as informações passadas poderão ser mais facilmente compreendidas, bem como aumentar o engajamento.  Além de ser positivo para o branding, agrega valor e aumenta a expectativa dos participantes em fazer parte do espetáculo.

Se você quer saber como criar um momento agradável para o público com diversão, mas sem deixar de ser profissional, continue conosco e proporcione experiências memoráveis. Boa leitura!

O que fazer para gerar entretenimento?

Há diversas possibilidades para que seu evento seja atrativo e interessante para o público. Para escolher com qualidade, avalie o perfil dos participantes e promova algo diferente do que eles normalmente fazem e que possa unir a equipe.

Algumas opções são:

  • mágicos ou ilusionistas;
  • bandas;
  • brinquedos eletrônicos;
  • caricaturas;
  • humoristas;
  • projeção mapeada;
  • cabine de fotografias.

Todas as formas acima podem ser úteis. Você pode optar por um sistema de votação em que os próprios participantes selecionarão qual será o entretenimento disponível. Dessa maneira, o engajamento já começa antes mesmo que a programação seja definida.

Caso o desejo seja surpreender o público, é possível revelar qual foi a opção ganhadora apenas momentos antes do início da apresentação. Assim, os comentários serão feitos antes, durante e depois do evento.

Como fazer?

Não existe uma receita pronta para fazer com que seu evento fique mais interessante. Você pode proporcionar várias diversões ao longo da programação ou fazer algo maior e melhor preparado, que faça com que o público fique ansioso para participar.

Independentemente do que for escolhido, tente pensar fora da caixa! Proporcione situações não vividas e mostre que a comissão organizadora se preocupa também com a diversão dos participantes. Para se inspirar, vale a pena conferir o que tem sido utilizado nas festas mais incríveis do mundo!

Até onde ir?

Embora seja interessante proporcionar diversão para o público, não se deve esquecer que o entretenimento é parte importante, mas não o evento em si. Por isso, evite dar foco excessivo para esse momento.

Faça com que os participantes vejam o entretenimento como algo que irá ajudá-los a participar do restante da programação e interagir melhor nos momentos determinados. Dessa forma, será mais fácil focar o conteúdo proposto.

Como inovar sem deixar de ser profissional?

Como o evento ainda é corporativo, ele não deve ser confundido com um parque de diversões. Sendo assim, esse momento deve possuir regras e estar conectado aos outros.

Além disso, avalie o que o público tende a qualificar como ofensivo ou impróprio. Lembre-se de que o objetivo é marcar os momentos vividos de maneira positiva e não os transformá-los em conflitos intermináveis, com pessoas ofendidas.

A diversão possui muitos benefícios, como unir os participantes, aumentar o engajamento e prepará-los para as demais atividades. Por outro lado, as escolhas devem ser bem-feitas, para que o discurso profissional da marca seja mantido e eventuais discussões fora do contexto sejam evitadas.

Depois de ver a importância do entretenimento para eventos corporativos, que tal curtir nossa página no Facebook e receber as melhores dicas para o seu evento, em primeira mão? Esperamos você lá!