Afinal de contas, o que é projeção mapeada?

A projeção mapeada cada vez mais ganha destaque na mídia, pois é uma das alternativas mais atrativas para incrementar seu evento.

Trata-se de uma técnica utilizada para projetar imagens em uma estrutura tridimensional, a qual é previamente mapeada por algum software. Enquanto a projeção plana não permite essa manipulação da luz, a projeção mapeada — ou video mapping, como também é conhecida — permite que você “direcione” a luz exatamente para a região que receberá o conteúdo visual, fazendo parecer que o vídeo criado se encaixa na estrutura.

Ficou interessado? Leia o artigo e entenda de vez o que é, como funciona e porque a projeção mapeada está fazendo tanto sucesso!

O que é projeção mapeada?

Não importa o tamanho ou a forma da estrutura, se você tiver um projetor adequado, um computador e um software de projeção mapeada, você poderá fazer com que ela se ilumine e fique cheia de vida.

A projeção mapeada é uma performance muito intensa e envolvente criada pela interação de conteúdo de vídeo (2D ou 3D) projetado nos mais variados tipos de superfícies: de um prédio histórico ou industrial (projeções monumentais) a um automóvel (mapeamento de carro), até a uma pequena garrafa ou um relógio (micromapeamento).

O fundamental é que o conteúdo projetado seja estudado especificamente para interagir com a geometria da superfície escolhida. E é aí que entra o jogo 3D! Para você ter uma noção do quão poderosa é a técnica da projeção mapeada, dê uma olhadinha neste vídeo apresentando o Porsche Carrera 4S (lançado em 2012). A realidade é incrível, mas o protótipo ficou parada no showroom o tempo todo. Todas os efeitos foram causados pela técnica da projeção mapeada.

A partir dessa base, as projeções também podem se tornar interativas, dando ao público a capacidade de interagir com o conteúdo projetado. Ou ainda poder interagir com atores, atletas ou objetos em movimento, criando efeitos cênicos incríveis.

Como funciona a projeção mapeada?

Hoje, a tecnologia chegou num estágio que parece estarmos diante de mágicas acontecendo. Ver uma estrutura inanimada ganhar vida diante dos olhos, por exemplo, é algo fantástico. Mas existe toda uma preparação e criação antes dessa magia acontecer.

Uma das formas de fazer uma projeção mapeada é criar e animar a estrutura em 3D, levando em consideração o posicionamento exato da lente do projetor — como a lente “vê” a estrutura. As máscaras do conteúdo são criadas em cima desse ponto de referência e da resolução do projetor. Após os ensaios e ajustes, o conteúdo é “encaixado” na estrutura e está pronto para ser executado.

Mais especificamente, para que a projeção mapeada seja realizada, tudo parte da escolha da superfície a ser mapeada. Obviamente, ela deve estar vinculada ao conceito criativo na base do projeto. Ao escolher um objeto ou superfície, é essencial avaliar cuidadosamente suas dimensões, os tipos de materiais de que são compostos e suas cores, de modo a obter o máximo do resultado final.

Todas essas variáveis são também essenciais para escolher a faixa de projetor mais adequada para cada situação, desde a potência até o formato de projeção e o posicionamento. Nessa fase, a experiência da equipe é elementar, pois diversas escolhas técnicas são o resultado de testes e anos de trabalho de campo.

A etapa seguinte é a fase da produção do conteúdo, seja áudio ou vídeo, definindo tarefas e prazos para que a projeção seja um sucesso em qualquer tipo de evento. Aqui também é essencial que uma equipe de profissionais especializados seja escalada para o projeto, pois as chances de erros devem ser minimizadas ou praticamente zeradas.

No entanto, esta é também uma das melhores partes de um projeto de projeção mapeada, uma vez que a satisfação de ver uma audiência entusiasmada não tem preço.

Quais tecnologias atuam na projeção?

As principais tecnologias que entram em jogo em um projeto de mapeamento são essencialmente dois:

Na prática, a equipe geralmente é composta por dois profissionais principais:

  • o gestor de conteúdo, que administra a parte criativa;
  • e o técnico de projeção, que gerencia a parte técnica dos projetores.

Quanto mais experiência e sinergia entre as duas partes, mais espetacular e, acima de tudo, inovador será a projeção mapeada.

Outro aspecto fundamental é, obviamente, o orçamento para investir em um projeto, o que vai depender também do tamanho e projeção do evento, entre outros aspectos. Com certeza, nem todo mundo pode investir num projeto como aquele do vídeo do Porsche. Mas é possível encontrar o equilíbrio certo para criar projetos incríveis, mesmo que mais simples.

Por que todo mundo está fazendo?

O fator tendência contribui muito para que a projeção mapeada esteja presente em vários eventos, sejam eles corporativos ou sociais. Mas a sua recorrência é justificada por outros motivos.

Além da capacidade de customização e automação — características que também podem ser encontrada em painéis de LED, por exemplo —, a projeção mapeada possui um nível de adaptação ao qual nenhum outro equipamento de iluminação consegue chegar. Graças a isso, a projeção mapeada pode criar efeitos visuais surreais, capazes de proporcionar uma experiência única para o público do seu evento. Além de, claro, poder transformar qualquer estrutura em uma superfície animada ou interativa.

Quais outros cases de uso da projeção mapeada?

O lançamento do Porsche é apenas um caso famoso, entre muitas outras produções fantásticas. A Disney é um dos maiores exemplos de uso de projeção mapeada, como este vídeo mostrando o Castelo da Cinderella.

Trata-se de uma projeção enorme, o que conta muito em nível de espetáculo. Além disso, é definitivamente impecável em termos de conteúdo e, acima de tudo, combina projeções com luz, fumaça e fogos de artifício, elementos que contribuem incrivelmente para o efeito do estágio final. Obviamente, a música também é perfeita.

Claro, uma produção milionária como a da Disney é muito distante da nossa realidade. Mostramos o vídeo apenas para você ter uma ideia de como a projeção mapeada tem recursos quase ilimitados.

Há diversas formas de usar a projeção mapeada de maneira mais simples, mas que causam sensações incríveis em eventos. Para citar alguns exemplos, temos a Fiat Inovação, um evento da marca de automóveis que aconteceu em Belo Horizonte. Neste evento, foi usada uma técnica de projeção em cubos. O efeito foi fantástico.

Se você acha que apenas grandes empresas podem fazer uso da projeção mapeada em seus eventos, que tal uma festa de debutante de uma jovem comemorando os seus 15 anos? Os efeitos nas paredes deixaram o ambiente totalmente intensivo e estimulante.

E então, ficou animado para o próximo evento da sua empresa? Que tal saber um pouquinho mais sobre o funcionamento da projeção mapeada? Entre em contato conosco agora mesmo, teremos o maior prazer em mostrar como seu projeto pode ser um sucesso absoluto!